Páginas

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

O caso Isadora Faber: Sim nós podemos


Do Blog do Controle Social

Acompanhei com muito interesse, ao longo da última semana o caso da adolescente Isadora Faber, de treze anos, estudante da Escola Básica Maria Tomázia Coelho, da rede pública de Florianópolis, que criou uma página no facebook ("Diário de Classe") para denunciar com fotos as precárias condições da escola. Interessei-me pelo assunto não só pelo mérito da questão, mas por se tratar da cidade em que nasci e vivi uma parte significativa da minha vida. 

O episódio que transformou a garota em celebridade e num fenômeno das redes sociais é inspirador e carregado de simbologia, deixando lições valiosas, as quais pretendo deixar aqui registradas. Nele se encontram todos os capítulos característicos de um caso verdadeiramente emblemático: 

Capítulo 1 - uma estudante decide tomar uma iniciativa: começa a divulgar informações sobre o seu cotidiano escolar como forma de protestar e, quem sabe, contribuir para melhorar a sua realidade. Fez isso por meios simples, ao alcance de qualquer um, sem bazófia, nem espalhafato. 

Capítulo 2 - a retaliação das autoridades: a estudante é ameaçada por professores e direção, que não desejam que verdades sejam expostas, e instada a tirar a página do ar. 

Capítulo 3 - a repercussão na imprensa: o caso chama a atenção de sites de notícias (UOL e Estadão) e ganha repercussão nacional. 

Capítulo 4 - a indignação da opinião pública: a opinião pública brasileira, ao contrário do que muita gente imagina, reage à imoralidade do fato e vem em apoio à causa da estudante. 

Capítulo 5 - o recuo das autoridades: constrangidas, as autoridades públicas agora declaram seu apoio tardio e forçado à iniciativa, anunciando inclusive reformas na escola.

Trata-se, como se pode perceber, de um ciclo, que chama atenção pelo caráter típico. Trata-se de um case de cidadania e controle social. O que esse ciclo (Iniciativa - Retaliação - Mobilização da opinião pública - Recuo das autoridades) nos ensina é que:
 

1. Faça você mesmo: apesar da expressão controle social, a verdade é que ele se baseia em iniciativas advindas de atitudes individuais. Se nós não reivindicamos os nossos direitos no cotidiano, individualmente, mas suportamos calados a violação, não há controle social, e a corrupção continuará nadando de braçada por aí. Há muita coisa que nós podemos fazer para melhorar o cotidiano da nossa comunidade, sem esperar pelos outros. As redes sociais são uma ferramenta importante. 

2. Informação é poder: nada intimida mais gestores e demais autoridades públicas do que cidadãos dispostos a por a boca no trombone, principalmente se o fato denunciado tiver a possibilidade de chamar a atenção da imprensa.

3. A repercussão faz a diferença: a possibilidade de uma denúncia ou reivindicação dar resultado é diretamente proporcional à capacidade do fato mobilizar a atenção da opinião pública e da mídia, aqui incluídas as redes sociais. 
 
Sim, nós podemos!

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

As voltas que a política dá


2012 pode não ser o fim do mundo, mas pode crer que é o fim de muitos paradigmas, a política que o diga. Pessoas que há alguns anos atrás defendiam com unhas e dentes um grupo político, hoje defendem com a mesma afeição o lado oposto. Adversários históricos no mesmo palanque consumam o ditado de que na política não há convicção e sim conveniência. Em síntese, tudo é um jogo de interesses.


Em São Paulo, quem diria, o candidato de Lula, Fernando Haddad, sendo apoiado por Paulo Maluf. Já na capital maranhense, Roseana Sarney, apoia um candidato do PT, algo quase inimaginável há 10 atrás.  As coisas mudam e como mudam. Quando o interesse pelo poder entra em cena, aliança é o de menos.

Aqui em Magalhães de Almeida, este ano eleitoral é totalmente atípico. A maior surpresa foi o ícone dos cambirimbas, Chico Tobias, apoiar Neto Carvalho. Isso seria impensável há quatro anos atrás.

Mas a lista é bem mais extensa. Antônio José Tobias é outro que hoje figura no palanque pau-de-lata e na eleição passada era adversário ferrenho do prefeito.

Voltando mais no túnel do tempo, temos um outro Antônio José, só que do lado oposto. Em 2007 o então secretário de educação rompe relações com o prefeito e passa a ser oposição. Em 2008 apoiou Chagas Camilo e agora está com Costa Júnior.

Falando em Chagas Camilo, esse é outro que em tempos remotos foi um dos grandes aliados de Neto Carvalho. Na eleição de 2008 quis alçar um voo mais alto, se candidatando a prefeito. Ficou em terceiro na disputa e agora se une a Eduardo Tobias para apoiar o candidato da oposição.

Também não poderia ficar de fora um ícone da política magalhense, Bernardo Coelho, o Badá. O representante do tradicional povoado Bacuri esteve com Neto Carvalho desde sua primeira eleição para prefeito, em 1996. Em 2004, Badá e seu irmão Assis Coelho mudam de palanque. Badá sai candidato a vereador da oposição e Assis Coelho como vice de Eduardo Tobias. Nesse ano nem um dos dois foi eleito. Em 2008 Badá volta para o grupo pau-de-lata e se elege vereador. Assis Coelho se candidatou a vereador pela oposição, mas não obteve êxito. Em 2012 Badá colocou seu filho como candidato, inaugurando a renovação da família na política. Já o irmão, Assis Coelho, se absteve da campanha.

Outra que mudou de lado ao longo dos anos foi a vereadora Maria Kelé. Até a eleição de 2000 era aliada forte de Chico Tobias. Em 2002 resolve mudar de lado, o que fez estremecer a relação com os cambirimbas e seu líder. Dona Maria foi reeleita em 2004 e ficou na suplência em 2008. Hoje, ela e Chico Tobias estão no mesmo palanque. Quem diria, não?

Cabe lembrar também da família do Correio. Graça do Correio, que até 2000 apoiou Neto Carvalho, saiu do grupo pau-de-lata e em 2004 se candidatou pela oposição, não se reelegendo naquele ano. Em 2008, seu filho Fabiano do Correio se candidata e é eleito vereador no grupo da oposição, continuando até hoje.

Sem querer estender a lista, finalizamos com o vereador Das Chagas, do povoado Melancias. Eleito pela oposição em 2004, não resistiu ao poder e passou para o lado de Neto Carvalho já no primeiro ano de mandato. Foi reeleito em 2008 e continua com o prefeito em 2012.

Por isso tudo, não temos dúvida de afirmar que no âmbito da política não há convicção de princípios nem de preceitos. Há conveniências e interesses, que na maioria das vezes não são públicos e sim pessoais. Isso acaba refletindo no comportamento do eleitor, que já não costuma seguir com fidelidade seus líderes políticos, mas olha o que mais lhe convém.

O ato de mudar para o lado mais forte tem dois efeitos, um positivo e outro negativo. Se por um lado o candidato trai a confiança do eleitor que votou em um grupo, por outro, fica com mais capital político e financeiro para manter parte de seu eleitorado e conquistar novos eleitores na base do clientelismo.

No final das contas, nos afastamos cada vez mais do verdadeiro sentido da política, que deveria se pautar em valores éticos e morais, sendo um instrumento a serviço de todos. O que vemos, no entanto, é um emaranhado de interesses pessoais e guerra pelo poder. Nessa briga toda, o dinheiro é uma das armas mais poderosas e o povo a desculpa pela briga.

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Análise do cenário eleitoral em Magalhães de Almeida


Embora as pesquisas tragam algum direcionamento, existem perguntas que só as urnas irão responder. Da última eleição para cá muita coisa mudou, o eleitorado aumentou, gente passou de um lado para outro e vice e versa. Os candidatos, embora pareçam, disfarcem ou finjam estar tranquilos, estão na verdade à beira de um ataque de nervos. As possibilidades são amplas para cada lado, mas saber quem vai levar a melhor, só mesmo no dia 07 de outubro, se tudo ocorrer nos conformes.

Então, para encurtar a história, vamos lá. De antemão vou avisando que os dados são probabilísticos, levam em conta os números da última eleição e o eleitorado atual.

As armas de Neto Carvalho

Vamos começar pela situação. O que leva a crer que Neto Carvalho vai ganhar? Embora tenha obtido apenas 43,31% dos votos na última eleição para prefeito (3791 votos), sua base de apoio aumentou. Agora o prefeito conta com aliados que antes eram oposicionistas. O mais valioso deles, claro, é Chico Tobias, que tem seu eleitorado fiel nos povoados Alto do Cedro e Santa Maria. Da família Tobias também apoiam a situação Antônio José Tobias. Isso sem contar o ostracismo de Assis Coelho. O líder político do povoado Bacuri ficou "em off" nesta campanha. Em 2008, Assis Coelho fez campanha para Eduardo Tobias, candidato da oposição à época.

Além desses fatores, Neto conta com a máquina pública. Essa sim é sua principal aliada e, na hora do "vamo ver", é quem dá as cartas, até mesmo para conseguir aliados de peso. Em tempos de eleição, as obras se multiplicam, projetos se alavancam a todo vapor e dinheiro não falta.

Também contam a favor do prefeito os redutos de maior eleitorado, Magalhães de Almeida e Melancias. Os votos nesses dois lugares vão ser decisivos para o resultado das eleições.

As armas de Costa Júnior

Pelo lado da oposição a confiança também não é pouca. O principal argumento do grupo de Costa Júnior é que Neto Carvalho desde 2004 não tem a maioria absoluta dos votos. Na eleição de 2008 os votos da oposição totalizaram 4963 (56,69%). Se naquela época, a oposição dividida conseguiu esse percentual, agora unida espera obter algo parecido.

O grupo de Costa Júnior também espera que Chico Tobias não leve tantos votos para Neto Carvalho, isso porque o filho do ex-prefeito, Eduardo Tobias, continua (pelo menos nos palanques) do lado da oposição. A união de Chagas Camilo e Eduardo Tobias marca uma aliança histórica para tirar Neto da cobiçadíssima cadeira da prefeitura.

A oposição também conta com nomes de peso da política estadual e nacional, entre eles o deputado estadual Marcos Caldas e o deputado federal, atualmente Ministro do Turismo, Gastão Vieira. O prefeito de São Bernardo, Coriolano Almeida, também tem dado uma força pra oposição de Magalhães de Almeida, em resposta às investidas de Neto Carvalho na cidade vizinha.

Perguntas que ficam no ar

Em 2008, Magalhães de Almeida tinha um eleitorado de aproximadamente 11 mil votantes. No entanto, os votos válidos não chegaram a 9 mil. O percentual de eleitores que não votou ficou em torno de 20%.

Hoje temos um total de 12.192 eleitores, segundo dados do TSE. Com a eleição polarizada entre dois candidatos e levando em conta o percentual de abstenções (20%), teríamos um total de aproximadamente 10 mil votos válidos, talvez um pouco menos que isso. O que significa que para o candidato se garantir de fato ele tem de faturar 5 mil votos, ou algo bem próximo disso.

As perguntas são as seguintes: teria Neto Carvalho, ao longo desses quatro anos, revertido o quadro a seu favor? O que Chico Tobias lhe renderia em termos de votos? Até que ponto os novos apoios lhe serão rentáveis? E pelo lado da oposição se pergunta: os votos de Chagas Camilo e Eduardo Tobias serão mesmo transferidos para Costa Júnior? Os votos que eram oposição continuarão sendo oposição? Sabe-se que houve pula-pula de ambos os lados. E para quem penderá os cerca de mil votos que aumentaram desde 2008? Por isso tudo, como escrevi no início do artigo, são perguntas que só as urnas irão responder. Por enquanto tudo não passa de especulação. Nem mesmo as pesquisas são tão confiáveis.

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Coligações realizam comícios e passseatas no fim de semana


 Dois importantes eventos de campanha marcaram o fim semana em Magalhães de Almeida: a passeata e comício do grupo de Costa Júnior, neste sábado, 25, e a passeata e comício da coligação de Neto Carvalho, no domingo, dia 26.

O clima foi de ânimos exaltados para ambos os lados. Propostas? Quase nada! A mesma demagogia de sempre. Candidatos com os mesmos discursos vazios em que se quase nada se aproveita. As passeatas tiveram um viés de medição de forças entre as coligações. Em termos de público, a manifestação da turma do 15 (Neto Carvalho) parece ter levado uma certa vantagem contra a turma do 10 (Costa Júnior).

Do lado da oposição sobrou crítica. De poucos candidatos ouvimos propostas. Esteve no comício o deputado estadual Marcos Caldas, candidatos e outras lideranças políticas, entre elas Chagas Camilo, Eduardo Tobias e Pedro Moreira. Eduardo fez uso da palavra para reafirmar que continua do lado da oposição e também para pedir voto pro seu irmão, Aroldo Tobias. A população não sabe quem de fato Aroldo apoia. Oficialmente ele é candidato da coligação que apoia Costa Júnior, chega até a subir no palanque, mas paralelamente há rumores forte de sua ligação com Neto Carvalho. Sendo assim ele nem fala no palanque.

Na manifestação do grupo de Neto Carvalho não foi diferente. Também sobraram farpas contra os oposicionistas e, claro, muita "rasgação de seda" ao prefeito candidato à reeleição. Em termos de propostas também quase nada foi falado. Um dos grandes aliados de Neto esteve no palanque, o deputado federal Pedro Novais. Além dele, estavam lá os ex-adversários e agora cabos eleitorais de Neto Carvalho Antônio José Tobias e Chico Tobias. Já o candidato a prefeito mais uma vez quase não conseguiu falar, foi logo derramando suas lágrimas, como sempre faz em todos os comícios.

Na realidade não houve mesmo muito o que se aproveitar. O palanque, ao invés de se tornar um local de apresentação de propostas concretas, virou um palco de acusações de ambos os lados, com o  mesmo blá,blá,blá de sempre, à exceção de poucos que souberam se apresentar. Costa Junior ainda se arriscou a dizer que vai reduzir a taxa de iluminação pública para 5% e que sua meta é acabar com a concentração de renda. Os partidários de Neto não foram muito além das críticas à oposição, ficaram no discurso de que o progresso vai continuar ampliando aquilo que já existe.



sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Divulgada primeira pesquisa sobre as eleições em Magalhães de Almeida

O instituto Escutec divulgou ontem uma pesquisa sobre as eleições municipais de Magalhães de Almeida. A pesquisa foi realizada entre os dias 14 e 15 de agosto com 202 pessoas na zona urbana e nos povoados Melancias, Bacuri, Trincheira, Murici e Curralinho.

Segundo os dados divulgados, o candidato da situação, João Cândido Carvalho Neto (Neto Carvalho) do PMDB, aparece como favorito a levar o pleito. Nas perguntas espontâneas sobre quem será eleito, independente do voto do entrevistado, 62,4% responderam Neto Carvalho, 23,8% disseram que seria  o candidato da oposição, Dionilo Gonçalves Costa Júnior (Costa Juniior) do PRB ,e 13,9% não souberam ou não opinaram.

Já nas respostas espontâneas (sem dizer o nome do candidato) sobre em quem o eleitor votaria, Neto Carvalho aparece com 59,9%, Costa Júnior com 28,2%. O índice dos que não souberam ou não responderam ficou em 11,9%.

Quando a pergunta foi feita colocando os nomes dos dois candidatos, Neto estaria com 61,9% das intenções de voto, Costa Júnior com 29,2%, não souberam ou não responderam 8,9%.

Na pergunta sobre em quem o eleitor não votaria, 46% responderam Costa Júnior, 25% Neto Carvalho, 28% não souberam ou não responderam.

Os índices de aprovação da administração Neto Carvalho estariam também nas alturas, segundo o instituto: 33,2 consideraram ótima; 31,7 boa; 19,3 regular; 6,9 consideraram a administração de Neto ruim; 5%, péssima e 4% não souberam ou não responderam.

A pesquisa também procurou saber se o entrevistado aprova ou desaprova a administração de Neto Carvalho. 70,3% responderam que aprovam, 25,2 disseram que desaprovam, 4,5 não souberam ou não responderam.

O questionário perguntou ainda sobre a administração de Roseana Sarney e Dilma Roussef. O índice de aprovação de Roseana chegou a 65,3% e o de Dilma Roussef a 81,2%.

A pesquisa encomendada pelo jornal O Estado do Maranhão e registrada no TRE-MA no dia 17 de agosto. A margem de erro é de 5 pontos percentuais para mais e para menos.

Tira teima

Como a quantidade de 202 eleitores pode ser irrisória para um colégio de mais de 12 mil eleitores, o comitê de Neto colocou seus cabos eleitorais para  percorrer todas as casas do município e avaliar se tem de fato essa maioria. Dessa forma, poderá saber onde deverá concentrar suas investidas.

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Paróquia promove abaixo assinado em apoio ao projeto de lei que visa assegurar mais recursos para a saúde

Do Blog da Paróquia Santo Antônio

A Paróquia Santo Antônio está engajada no apoio ao projeto de lei de iniciativa popular que visa assegurar o mínimo de 10% das receitas brutas da União para a saúde pública. As assinaturas estão sendo colhidas nas comunidades, nos setores da sede e na secretaria paroquial. Por se tratar de uma lei de iniciativa da sociedade, é necessário recolher pelo menos 1% de assinaturas do eleitorado nacional, como determina a Constituição Federal, o que corresponde a aproximadamente1,5 milhão de eleitores. No formulário é necessário constar os dados do título eleitoral para comprovar que o cidadão é de fato eleitor e evitar duplicidade.

Além de fixar o percentual mínimo de 10% das receitas brutas da União com a nova lei, o Movimento Nacional em Defesa da Saúde Pública exige transparência e correta aplicação desses recursos no Sistema Único de Saúde (SUS), garantindo o justo financiamento e evitando a privatização da saúde.

Essa ação também se projeta como um grande gesto concreto da campanha da fraternidade deste ano, que trata da questão da saúde. Participe desta corrente e exerça seu papel de cidadão e de cristão, contribuindo para a defesa da saúde pública e da qualidade de vida do nosso povo.

A exemplo da Lei da Ficha Limpa e da Lei de Combate à Corrupção Eleitoral, esse projeto de lei tem o apoio da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Também outras 60 entidades da sociedade civil está apoiando a iniciativa. As assinaturas devem ser encaminhadas até o final de outubro às entidades que estão recolhendo. Depois, o documento será enviado ao Congresso Nacional, para ser debatido nas comissões e entrar na pauta de votação. Caso seja aprovado, o Governo Federal terá de injetar pelo menos mais R$ 33,5 bilhões na saúde.

No início deste ano, foi sancionada a Lei Complementar n° 141, de 13 de janeiro de 2012, que define o valor mínimo de 15% para os municípios aplicarem na saúde e 12% para os estados. No entanto, para a União não foi definido um percentual mínimo. O valor é calculado com base no orçamento anterior mais o acréscimo do PIB e a inflação do ano anterior. Este ano a pasta da saúde sofreu um corte de R$ 5 bilhões, ficando com R$ 72,1 bilhões. Esse total corresponderia, segundo especialistas, a 7% das receitas correntes brutas da União. Em 2011, o percentual ficou em apenas 4%.

Quanto ao percentual PIB, o Brasil aplica 3,8%, somando as três esferas (União, Estados e Municípios). Segundo a Organização Mundial de Saúde o mínimo deveria ser de 5,5 do PIB, totalizando um acréscimo de R$ 60 bilhões aos R$ 162 bilhões gastos no ano passado.

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Alunos denunciam degradação ambiental no município



Os alunos da escola Urbano Pinheiro, turno matutino, mostraram hoje que estão preocupados com o meio ambiente. Sob a coordenação do professor de geografia, Mauro Oliveira da Silva, os discentes realizaram um trabalho enfatizando a realidade ambiental do nosso município. Através de paródias, cartazes, textos e fotografias, as crianças denunciaram a degradação ambiental gerada pelo agronegócio e chamaram atenção também para a importância do cuidado com o lixo.
Material confeccionado pelos próprios alunos

O trabalho de campo foi realizado no lixão da cidade e no campo de soja da empresa Weisul, onde os alunos fizeram fotos e puderam constatar os danos ambientais causados pelas queimadas e desertificação do solo.

A questão ambiental está sendo trabalhada nas escolas do município e visa despertar uma nova consciência nos alunos a respeito da responsabilidade que todos devemos ter com o futuro do planeta.


Comentário

A temática do meio ambiente é tão importante quanto saúde e educação. Infelizmente não vemos por parte de nossos governantes políticas públicas que visem assegurar um desenvolvimento sustentável para a nossa região. Insistem num modelo atrasado e danoso para a natureza e seus habitantes. A visão míope dos governos e empresas já está sendo denunciada até pelas crianças, que são aquelas que irão arcar com a herança de destruição deixada pelas gerações passadas. É hora de acordarmos e trazer para a seara das discussões políticas a questão do desenvolvimento sustentável, senão o prejuízo será ainda maior.

Veja as fotos que os alunos fizeram






terça-feira, 21 de agosto de 2012

Magalhães tem pela primeira vez horário eleitoral gratuito no rádio

Começou hoje o horário eleitoral gratuito no rádio e na TV. Por lei, as emissoras são obrigadas a destinar uma horários para a progaganda eleitoral. Aqui em Magalhães de Almeida a rádio Dina FM terá uma hora diária para os candidatos, 30 minutos pela manhã e 30 minutos ao meio dia. Pela manhã, o horário eleitoral começa às 7h e vai até as 7h30. Ao meio dia vai de 12h às 12h30.

Serão três dias para os candidatos a prefeito (segunda, quarta e sexta-feira) e três dias para as coligações dos vereadores (terça, quinta-feira e sábado). No domingo não haverá propaganda eleitoral.

Hoje somente a oposição se manifestou no horário político. Os candidatos da situação ainda não apresentaram as mídias gravadas para veiculação no horário deles.

O tempo para os vereadores ficou dividido da seguinte forma: a coligação Para Magalhães Continuar Crescendo, formada pelos partidos PSD, PMDB, PTB, PP e DEM, ficou com 12 minutos e 55 segundos; a coligação Unidos Pela Liberdade de Magalhães de Almeida, formada pelos partidos PT, PDT e PSL, tem  9 minutos; a outra coligação oposicionista, Juntos Por Um Magalhães Melhor, que tem os partidos PRB, PSDB, PV e PSB tem 8 minutos e 5 segundos.

No horário dos candidatos a prefeito, a coligação de Costa Júnior, União é do Povo tem 15 minutos e 26 segundos. Já a coligação de Neto Carvalho, Para Magalhaes Continuar Crescendo, terá 14 minutos e 34 segundos para cada programa.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Confira as propostas dos candidatos para o esporte e lazer


Mesmo diante da comprovação de que muitos textos dos programas de governo foram copiados, vou continuar publicando as propostas dos candidatos a prefeito de nossa cidade. Afinal, se escreveram é porque estão dispostos a cumprir. Ou como diz minha avó: "quem não pode com o pote não pegue na rodia". E hoje vamos ver o que nossos postulantes ao cargo de prefeito propõem para o esporte e lazer, áreas estratégicas para a qualidade de vida de nossa população.

PROPOSTA DE NETO CARVALHO

"1. Difundir a atividades física como prática saudável, através da criação de projetos itinerantes relacionados à saúde, esporte e lazer.

2. Valorizar o futebol de campo como espaço de convivência coletiva.

3. criar programas que promovam abertura das escolas públicas nos fins de semana, realizando atividades como capoeira, danças, oficinas culturais e palestras de interesse da comunidade.

4. Integrar o esporte à educação, através da promoção de estudos sobre esporte, educação e saúde de forma interdisciplinar.

5. Promover eventos esportivos, através da montagem de um calendário esportivo, integrando a zona urbana e zona rural."

PROPOSTAS DE COSTA JÚNIOR

"A prática esportiva tem se constituído nas últimas décadas com um dos principais componentes para se pensar o homem na sua totalidade. Ao destacar a sua motricidade como um componente fundamental de toda a atividade física, o esporte, além do seu aspecto competitivo será valorizado enquanto componente importante para a inclusão social. 

Por meio da prática das diversas atividades físicas buscaremos desenvolver os seguintes aspectos: a solidariedade, a integração das diferenças individuais, o resgate da auto-estima, os aspectos culturais, a cidadania e associá-los a sua dinâmica educativa. Atividades direcionadas, sobretudo, a terceira idade.

Estaremos criando uma Comissão Municipal do Esporte e Lazer com o intuito de discutir, elaborar e coordenar todas as atividades esportivas da cidade. Elas acontecerão nas escolas municipais, nas praças, nas comunidades carentes e nos espaços da cidade propícios para a prática esportiva.

COMPROMISSOS DE GOVERNO

1. Implantar Ruas e Praças de lazer, dando a elas iluminação adequada e segurança nos finais de semana, organizando-as como um ponto de encontro e um espaço adaptado às necessidades de cada comunidade. É o PROJETO ESPORTE PARA TODOS, no qual professores e representantes da comunidade desenvolverão atividades como torneios de dominó, dama, xadrez para os mais idosos, até campeonatos de vôlei, basquete, futebol, peteca, gincanas, jogos populares, etc.

2. Desenvolver o Programa Escola Aberta em convênio com o MEC para promover a abertura das escolas públicas nos fins de semana, realizando atividades como torneios esportivos, capoeira, dança e jogos de salão, oficinas culturais, videoteca e palestras de interesse da comunidade.

3. Implantar o calendário de eventos esportivos, que geram emprego e renda.

4. Realização de uma ampla política esportiva nas comunidades, em parceira com o governo federal, auxiliando os jovens com a BOLSA-ATLETA e outros projetos sociais federais, afastando-os da influência do tráfico de drogas e oferecendo a eles um caminho saudável e uma alternativa de profissionalização;
5. Implantar os passeios públicos, construindo pistas para caminhada, playground, áreas para atividades corporais ao ar livre e formação da comunidade, além de quadras e campos esportivos na sede e na zona rural.

6. Fortalecer as práticas esportivas na rede de escolas municipais, começando pela iniciação esportiva, passando pela disseminação do esporte em larga escala e em diferentes modalidades, até a descoberta de talentos para o esporte competitivo.

7. Criação e/ou implementação da liga esportiva de Magalhães de Almeida abarcando o futebol, futsal, voleibol e outros esportes.

8. Valorizar o futebol de campo como espaço de convivência coletiva e democratizar o uso dos campos destinados à sua prática.

9. Criar e regulamentar o campeonato magalhense de futebol.

10. Criação dos JEMAG’S – Jogos Estudantis Magalhenses.

11. Construir quadras poliesportivas em escolas das zonas urbana e rural.

12. Equipar as escolas municipais com recursos humanos e equipamentos necessários ao desenvolvimento de atividades físicas, recreativas e de lazer."

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Prazo para matrículas de convocados do Sisu termina hoje

Os alunos que assinaram a lista de espera devem ficar atentos às chamadas realizadas pela UFMA para preencher as vagas remanecentes do Sisu. No dia 14 a instituição divulgou uma nova lista, convocando para a matrícula nos dias 15 e 16. Quem estiver na lista e não aparecer no campus para realizar a matrícula, perde a vaga.

Abaixo estão os nomes dos convocados para o Campus de São Bernardo. Veja se seu nome aparece, pois o prazo para as matrículas dos convocados nessa remessa temina hoje. Nos próximos dias a universidade divulgará uma nova lista, caso não sejam preenchidas todas as vagas. Fique atento também quanto a documentação. A lista de documentos e demais editais estão disponíveis no site da UFMA.


CIÊNCIAS HUMANAS - NOTURNO
1  RAFAEL ALVES MESQUITA NOGUEIRA
2  KELINE DA COSTA BRITO
3 SEBASTIAO AMBROSIO DE SOUSA
4 JERSON CARLOS FERNANDES PEREIRA
5 JAMES DEAN SILVA SOUSA
6 ROSALBA SILVA ARAUJO
7 DANIELLE PEREIRA CARVALHO
8 LAYANNE DA CONCEICAO SANTOS
9 KARISE MELO ALMEIDA
10 MARIA DAS GRUTAS LIMA DA COSTA
11 ROBERT WENNE LOPES OLIVEIRA
12 ANTONIO CLEUSSON DA COSTA LIMA
13 RAY SANTOS DA SILVA
14 IVO MIRANDA DE SOUSA
15 SOLANGE DE JESUS MARTINS BARBOSA
16 MARIA JOSE PORTELA SILVA
17 MARIA JUCILENE MARREIRO DA SILVA
18 ELIONETE VALENTIM DA CRUZ
19 NAILSA DA SILVA DE SOUSA
20 JOZIEL SILVA SOUSA
21 RUTH CANDEIRA COSTA
22 JONICA MARA RODRIGUES
23 ANA PAULA SOUSA SILVA
24 DOUGLAS ALVES DA SILVA
25 BENEDITO JOSE REIS DE BARROS
26  RAMILDA DA SILVA CARVALHO
27 NATAIARA DA SILVA DE SOUSA
28 THYARLES SOARES LIMA
29 RITA DE CASSIA SPINDOLA DA SILVA
30 MARIA APARECIDA DOS SANTOS
31 RAFAEL SILVA SOARES
32 NAIANE GUIMARAES DO NASCIMENTO SANTOS
33 JULIANA VIANA GOMES
34 FABIANA TEIXEIRA SOUZA
35 EDINETE LOPES
36 CARLOS JORGE RODRIGUES DA SILVA
37 PAULA MORGANA CANDEIRA LIMA

CIENCIAS NATURAIS - NOTURNO
1 WENNERSON JHYMMY SANTOS DA SILVA
2 NATURAIS Noturno Licen
3 LAIS DE CARVALHO PENA
4 MARIANE SOUSA SILVA
5 LORRANA MARINA DOS SANTOS SIQUEIRA
6 BRUNA GESSILA SANTOS MACHADO
7 HUXLEY WAENE ARAUJO VAZ
8 BIANCA MOTA DE BRITO
9  MAXUEL PEREIRA DE MELO
10 JANAINA VIANA DA SILVA
11 VALTON DE SOUSA COSTA
12 JEFFERSON SANTOS LOPES
13 GILBERGSON MEIRELES
14 DERIANE DE JESUS OLIVEIRA DOS SANTOS
15 ANDRESSA MARIA RODRIGUES COUTO
16 KARINE MARIA SOUSA SANTOS
17 JEFFISON SOUSA SILVA
18 WYVILLA FERNANDES LOPES
19 WANE PAIVA DE ARAUJO
20 BRUNA ARAUJO SOARES
21 EDNA MARIA CAVALCANTE
22 JOSE ELISVALDO LIMA DIAS
23 LARISSA SOUSA MACHADO
24 ANDRESSA DA SILVA PAIVA
25 ALAN OLIVEIRA DE CASTRO
26 CAIO RODRIGUES SILVA
27 BRUNO CARVALHO CASTRO

LINGUAGENS E CÓDIGOS - VESPERTINO
1  CAROLINY CAVALCANTE SOUZA
2 KAROLYNNE SILVA ALMEIDA
3 JULIANA PINHO LIARTE
4 ANA MARCIA GOMES RAMOS
5 ANGEIRLEY SANTOS SILVA
6 ANTONIO MARCOS DA SILVA FELIX
7 ALESSANDRA DOS SANTOS COELHO
8 MARCOS PAULO BATISTA DA SILVA
9 HELBA MARIA ARAUJO SANTOS
10 JOICIANE DE ARAUJO SILVA
11 SELIJANE DIAS DOS SANTOS
12 ZELIA RODRIGUES DA SILVA
13 MARIA APARECIDA GOMES DA SILVA

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Ideb das escolas municipais de Magalhães de Almeida estão abaixo da expectativa


Por Claudio Costa

O Ministério da Educação (MEC) divulgou ontem o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) das escolas públicas municipais, estaduais e federais, relativos ao ano de 2011. No estado e no município praticamente não houve evolução. 

Entre as escolas maranhenses de séries iniciais, a nota ficou abaixo do estipulado pelo MEC. Nas séries finais do ensino fundamental e no ensino médio também não houve melhora. Em Magalhães de Almeida, as escolas municipais só foram avaliadas até o 5° ano. A nota obtida em 2011 foi de 3.3, maior que 2009 (3.0) e menor que 2007 (3.8). A meta do MEC era de 3.8.

Já nas séries iniciais das escolas de  Magalhães de Almeida que no ano passado pertenciam ao Estado, houve uma melhora. A média passou de 3.9 em 2009 para 4.2 em 2011, superando a meta do MEC que era de 3.8. No entanto, nas séries finais das mesmas escolas estaduais instaladas no município o índice piorou. Passou de 3.6 em 2009 para 3.0 em 2011.
A Escola Urbano Pinheiro, por exemplo, caiu 1 ponto nas séries finais. Passou de 3.9 em 2009 para 2.9 em 2011.

Não apareceram dados de Magalhães de Almeida em relação ao ensino médio.
O Ideb foi criado pelo MEC em 2005 para medir a qualidade da educação básica no país. É feito de dois em dois anos e já teve quatro edições: 2005, 2007, 2009 e 2011. Numa escala de 0 a 10, a meta é que em 2021 o Ideb nacional chegue a 6. O índice é obtido em várias escalas: por escola, município, estado ou a nível nacional.

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Ctrl+c Ctrl+v: Propostas dos candidatos à prefeitura são copiadas da internet



Por Claudio Costa

A famosa fórmula ctrl+c ctrl+v foi muito bem aplicada aos planos de governos dos candidatos a prefeitura do nosso município. Para quem não sabe: com a fórmula ctrl+c do teclado do computador você pode copiar textos e outros arquivos e com o ctrl+v você cola em qualquer editor de texto. Foi mais ou menos isso que aconteceu com as propostas dos nossos candidatos, uma verdadeira cópia da internet.

O candidato da oposição, Costa Junior, foi menos rigoroso. No site da prefeitura de Abaetetuba (PA) podemos encontrar o seu plano de governo inteiro. É claro que houve modificações, mas somente o necessário para não ficar totalmente igual. Também não se sabe se foi exatamente desse site, mas por aí dá pra saber que não é nada original. Cliqueaqui para baixar o plano de governo de Costa Junior. Agora compare com a página deste link: http://www.abaetetuba.pa.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=48&Itemid=68 .

Já as propostas de Neto Carvalho foram à base do "tiquim", "tiquim de um, tiquim de outro", como dizem no ditado popular. Pudemos encontrar pelo menos seis sites com textos iguaiszinhos a alguns parágrafos. Como o plano de governo do candidato não permite a cópia do texto, apenas da imagem, tivemos que digitar para descobrir a origem. Não foram todos os parágrafos, mas grande parte está disponível na web. Abaixo você pode conferir os parágrafos tirados do plano de governo e embaixo do texto o link de onde podem ser encontrados.


Agora veja os textos que podem ser encontrados facilmente na internet.

"Garantir a melhoria e a humanização do atendimento na rede pública de saúde, assegurando uma postura de atenção e cuidado que responda efetivamente à expectativa da população"

"Aprimorar o fornecimento gratuito de medicamento da Farmácia Básica à população na rede de saúde"

"Valorizar o Futebol de campo como espaço de convivência coletiva e democratizar o uso dos campos destinados a sua prática."

"Aprimorar o fornecimento gratuito de medicamento da Farmácia Básica à população na rede de saúde"

"Aprimorar os programas de atenção integral à saúde da criança e do adolescente, da mulher, do adulto, do idoso, das pessoas com deficiência, DSTs/AIDS e de saúde mental".



Investir em tecnologia da informação e comunicação para modernizar o trabalho das equipes do PSF junto aos indivíduos, famílias e comunidades.


"Estabelecer um padrão de qualidade na rede municipal de educação de forma a garantir o bom atendimento a todos os alunos, sem discriminação"

"Potencializar o papel das escolas nas campanhas educativas sobre temáticas de segurança, saúde, trânsito, preservação do meio ambiente e outras"

"Garantir a inclusão das pessoas (aqui só mudou o nome de crianças) com deficiência, assegurando acessibilidade, equipamentos e formação para os profissionais da rede municipal de ensino"

"Enfrentar os fatores de evasão escolar, especialmente dos alunos jovens e adultos"

"Aprimorar a formação permanente dos educadores e oportunizar a troca de experiências entre eles"

"Consolidar a capacitação dos educadores na utilização da informática e de outras linguagens de comunicação".


Assistência social

"planejar ações de assistência social tendo como centro a família e a comunidade"

"promover ações que gerem atividades produtivas com criação de emprego"


Apoiar e incentivar os movimentos culturais, esportivos, políticos e de solidariedade social da juventude, garantindo e fomentando espaços de lazer e programação cultural de qualidade para a juventude, em especial nos finais de semana".


COMENTÁRIO

A internet é um instrumento valioso de pesquisa, mas é preciso saber usá-la principalmente para não incorrer em plágio. Se copiou o texto, o correto é citar a fonte. Não retiro o mérito das propostas dos candidatos. Em tese são muito boas e vou continuar publicando para a sociedade saber pelo menos o que eles apresentam à Justiça Eleitoral e para que possamos cobrar no futuro. Mas o que esperar de um candidato que não se dispõe a pensar uma proposta original para o seu município? Se nem nas propostas querem ter trabalho, como irão lutar para a concretização das mesmas? Posso estar enganado, mas o mais provável é que pensavam que ninguém ia ler. Então pra que gastar tempo fazendo plano de governo se o povão quer saber é de dinheiro? Deus me perdoe se eu estiver errado, mas penso que a coisa é por aí. O problema maior não reside no fato de as propostas serem copiadas, o problema está na ideia de não serem verdadeiras. Isso é que precisamos saber, pensar e ponderar para decidir. Tirem suas próprias conclusões.

Saiba quem paga o alto custo das campanhas eleitorais



Já virou rotina no nosso subtraído e roubado estado do Maranhão. De dois em dois anos é a mesma coisa, pois o processo eleitoral no Brasil nunca termina. Mesmo após as eleições,  é a vez das intermináveis disputas judiciais para ver quem fica com o cargo eletivo. Aqui, bem longe da vontade do eleitor que depositou sua esperança no sufrágio.

Enfim, mazelas à parte, em uma passada rápida pelo interior do estado se percebe que as campanhas eleitorais já estão a todo vapor. Embora alguns candidatos deixem mesmo para derramar a dinheirama no mês de setembro.

Prepare-se para o chão tremer quando setembro chegar. No entanto, mesmo agora, já se nota a grande movimentação de carros de som, motos de som, bicicletas de som e toda forma de parafernália sonora que serve para massificar o nome e o número do candidato na cabeça do eleitor.

E também não podemos deixar de citar o exercito de pessoas que fazem o trabalho de "formiguinhas". Essas pessoas saem de casa em casa pedindo votos para determinados candidatos entregando santinhos, adesivos e demais materiais impressos. Uma festa para as gráficas que neste período lucram absurdas somas. Além dos "formiguinhas"; existem também os "bandeirantes", que são pessoas pagas para empunhar as bandeiras dos candidatos.

E uma das partes mais caras da campanha, sem sombra de dúvidas, é a plotagem de veículos. Caros leitores,  não pensem que a plotagem sai de graça, pois cada pessoa que empresta o seu veículo para servir de outdoor ambulante  recebe, no mínimo, um tanque de combustível por semana. Fora os custos com a plotagem em si, que é um processo de fotografia adesiva.

E a grande pergunta: quem paga toda essa conta? Raciocine comigo, o salário de um prefeito(a) no Maranhão fica em torno de R$ 8 a 15 mil mensais. Isto em valores brutos, pois ainda incidirá a alíquota de 27,5% do imposto de renda. Ao final, não sobra muita coisa e se torna praticamente impossível levar uma vida de marajá (como a maioria dos prefeitos levam). Ou seja, é um "investimento" que não trará retorno algum ao candidato.

Tudo isso serviu para mostrar que quanto mais alto for o custo da campanha, maior será o comprometimento dos cofres públicos. Pois a conta deverá ser paga e com juros altíssimos. Negociatas, agiotagem, direcionamentos a empresas, servidores fantasmas...são algumas formas utilizadas para o pagamento das dívidas contraídas na campanha eleitoral.

E quem paga essa conta? Adivinhem só!

Vale o ditado: "campanha cara, município ferrado"

Prefeitura publica edital com nova lista de convocados do concurso


A prefeitura Municipal de Magalhães de Almeida publicou hoje edital convocando seis aprovados no último concurso. As convocações são para os cargos de atendente de consultório dentário e vigia.
EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE APROVADOS EM
CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL
“Dispõe sobre a convocação de candidatos classificados no Concurso Público Municipal nº. 001/2011”

JOÃO CÂNDIDO CARVALHO NETO, Prefeito Municipal de MAGALHÃES DE ALMEIDA, no uso das atribuições que lhe conferem a legislação, pelo presente,
CONVOCA, os candidatos abaixo relacionados, classificados no Concurso Público Municipal nº001/2011, a comparecerem na Secretaria Municipal de Administração de Magalhães de Almeida para a realização do exame admissional no horário das 08:00 às 12:00 hs. e de 14:00 as 17:00 hs Após o resultado do exame, deverão comparecer no Departamento de Pessoal desta Prefeitura Municipal, localizado na Rua Manoel Pires de Castro, n.º 279, Centro, Magalhães de Almeida - MA, munidos dos documentos abaixo relacionados, tendo início  dia 13/08/2012 até 17.08.2012, no horário das 08:00 às 12:00 hs e das 14:00 às 17:00 hs.
Ficam alertados que o não comparecimento dos convocados até a data indicada, implicará na perda do direito à posse e de qualquer outro direito inerente ao Concurso, conforme os termos do Edital.
DOCUMENTOS EXIGIDOS:
01. RG;
02. CPF;
03. PIS/PASEP;
04. Certidão de nascimento ou casamento;
06. Comprovante de residência atual;
07. Reservista;
08. 02 fotos 3/4 recentes;
09. C.T.P.S (original);
10. Atestado de antecedentes criminais;
11. Certidão de distribuição de feitos criminais (fórum);
12. Exame médico admissional por médico do Município;
13. Título de eleitor;
14. Comprovante de ter votado nas últimas eleições;
15. Conta corrente – BRADESCO;
16. Tipo sanguíneo;
17. Declaração de não ocupar cargo público.
CONVOCADOS
CARGO: ATENDENTE DE CONSULTÓRIO DENTÁRIO – SEDE
1412 – KRYSSIA DE CARVALHO NASCIMENTO SANTOS 281 PONTOS
CARGO – AUXILIAR DE CONSULTÓRIO DENTÁRIO – SEDE
892 – PRISCILA DE OLIVEIRA BORALHO – 250 PONTOS
CARGO – VIGIA – SEDE
897 – JOSÉ CARLOS VIEIRA DA LUZ – 330 PONTOS
274 – GUIARONIO MARQUES DOS SANTOS – 330 PONTOS
CARGO – VIGIA POLO III
1581 – RUTE VIEIRA ARAUJO – 280 PONTOS
202 – MERISVAM NASCIMENTO SILVA – 280 PONTOS

Publique-se, registre-se e cumpra-se.
Magalhães de Almeida –MA, 13 de agosto de 2012.

JOÃO CÂNDIDO CARVALHO NETO
PREFEITO MUNICIPAL

              JOÃO ARI DE VASCONCELOS
SECRETÁRIO MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO