Páginas

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Magalhães de Almeida ganha unidade de detenção para 300 presos

Unidade de São Luís está 70% pronta
A imprensa trouxe à tona aquilo que as autoridades municipais tentaram esconder. Em matéria publicada no dia 26 de abril, o portal imirante.com divulgou os investimentos do governo do estado para tentar solucionar os problemas penitenciários no Maranhão. E dentre outras informações mostrou que em Magalhães de Almeida será construída uma unidade prisional com capacidade para 300 detentos. Se o nome disso não é presídio me arrumem outro mais adequado.

Além de Magalhães de Almeida, outras cidades ganharão novas unidades prisionais. São elas: Pinheiro, Timon, São Luís Gonzaga, Santa Luzia, Imperatriz e Coroatá. O maior investimento é no presídio de segurança máxima de São Luís, cerca de R$ 18 milhões oriundos dos BNDES. Também serão ampliados os presídios de Açailândia, Balsas e Codó.

A empresa responsável pela construção do presídio de Magalhães de Almeida já está recrutando operários para a obra, que fica localizada próxima ao lixão na saída da cidade para a zona rural. As máquinas já estão trabalhando na limpeza do terreno.

Desencontro de informações

Em fevereiro deste ano, o então vice-prefeito Tadeu Sousa, em reunião com o bispo Dom Valdeci e representantes católicos, desmentiu os boatos de que em Magalhães de Almeida seria construído um presídio. Ele afirmou que seria construída uma cadeia, tendo em vista que o prédio atual se encontra em péssimo estado. Porém, as informações mais recentes dão conta de que será na verdade uma unidade de detenção para 300 presos. Seria uma baita cadeia, por sinal. Ficamos sabendo por meio da imprensa o que já deveria ter sido informado pelas autoridades locais.

Opinião

É indiscutível a necessidade de ampliar e melhorar o sistema prisional no estado. No entanto, podemos questionar alguns pontos. Quais os critérios utilizados para a escolha das cidades em que serão construídos os presídios? Por que Magalhães de Almeida, dentre tantas outras cidades de maior porte na região? Por que o executivo municipal omitiu essa informação da população? Afinal, não é todo dia que se recebe um presente de grego e talvez por isso só agora estamos a par da situação.


Trabalhar com a realidade dos fatos e com transparência é a melhor forma de mostrar compromisso com a população e ganhar credibilidade. Se sabiam que o presídio iria ser construído, se a negociação já estava concretizada, então no mínimo teriam que informar ao povo sobre a nova obra. Mas como tudo por aqui acontece à revelia da população, não é de se estranhar a atitude do governo municipal.

Você pode conferia a matéria completa clicando no link abaixo

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Prefeitura abre seletivo para Agentes Comunitários de Saúde


A Prefeitura Municipal de Magalhães de Almeida abriu, nesta segunda-feira (19), as inscrições do processo seletivo para Agente Comunitários de Saúde. Foram disponibilizadas 11 vagas, sendo 6 para Sede e 5 para os povoados da zona rural. O salário-base do Agente Comunitário de Saúde é de R$ 1.014,00 (mil e quatorze reais), podendo ser acrescido de gratificações. Com os descontos, o salário líquido fica em torno de R$ 900,00.

Na sede as vagas foram distribuídas da seguinte forma: Conjunto Habitacional Vereador João Aires, 02 vagas; Vila Dionilo Costa, 01 vaga; Rua Bernardo Silva Lopes, 01 vaga; Sede (reserva) 01 vaga e Vila Ciloca Carvalho, 01 vaga.

Para o interior, as vagas foram distribuídas em três Áreas de Referência: Melancias, Trincheiras e Bacuri. Para a área de Melancias foram disponibilizadas duas vagas, uma para o povoado Porto de Melancias e outra para o povoado Pau D'Água. Para a área de Trincheiras também foram disponibilizadas duas vagas, uma para trabalhar no povoado Alto Alegre e outra para trabalhar no povoado Florzinho. Já para a área do Bacuri, foi disponibilizada uma vaga, para trabalhar no povoado Alto do Cedro. 

Para se inscrever o candidato deve ter o ensino fundamental completo e residir na área que pretende concorrer.

As inscrições vão até o dia 23 de maio e deverão ser feitas no prédio da Vigilância Sanitária, localizado na Avenida Francisco Tobias, no horário das 8h às 12h e de 14h às 18h. No ato da inscrição, o candidato deverá apresentar os seguintes documentos:
a) 02 (duas) fotos 3x4 iguais e recentes;
b) Fotocópia e original da Carteira de Identidade;
c) Fotocópia e original do CPF;
d) Fotocópia e original de Comprovante de Residência (conta de água, de
telefone, de luz ou outros que comprovem o local de residência);
e) Fotocópia e original de Certificado de Conclusão de Ensino Fundamental;
f) O comprovante de pagamento da taxa de inscrição no valor de R$ 50,00 (cinquenta reais) a ser pago através de depósito bancário identificado na conta corrente N° 39.681-8, Agência: 2826 – 6.

O processo seletivo será constituído de duas etapas: uma prova objetiva de conhecimentos básicos e específicos e um Curso Introdutório de Formação Inicial e Continuada. Só poderão participar do curso de formação os três primeiros classificados de cada vaga. A nota de desempenho adquirida no curso pode alterar a classificação. Os candidatos que participarem do curso e não forem classificados no número de vagas, ficarão como excedentes.

As provas objetivas serão aplicadas no dia 1º de junho em locais ainda a serem divulgados. O resultado das provas objetivas sairá dia 07 de junho. As matrículas para o curso de formação serão realizadas entre os dias 12 e 13 de junho. O curso será realizado entre os dias 16 e 20 de junho. O resultado final está previsto para ser divulgado dia 27 de junho.

O edital completo você pode encontrar no local das inscrições, na secretaria de saúde ou no site da prefeitura: http://www.magalhaesdealmeida.ma.gov.br

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Inscrições para o Enem abrem nesta segunda-feira


As inscrições da edição de 2014 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) serão abertas na próxima segunda-feira (12), afirmou nesta quinta-feira (8) a assessoria de imprensa do Ministério da Educação. As regras das provas deste ano serão publicadas em um edital na edição desta sexta-feira (9) do "Diário Oficial da União", diz a pasta. Entre as novidades anunciadas pelo ministério está a tradução do edital para aumentar a acessibilidade dos estudantes surdos e cegos, e o uso de detectores de metal nas salas de aplicação das provas, para coibir tentativas de fraude.

Assim como nos anos anteriores, o Enem será realizado em dois dias. Em 2014, ele acontece em 8 e 9 de novembro. No dia 8, um sábado, os candidatos farão as provas de ciências humanas e ciências da natureza entre as 13h e as 17h30 (no horário de Brasília). No dia 9, domingo, serão aplicadas as provas de linguagens e códigos, matemática e redação. Neste dia, o tempo de prova será mais longo, entre as 13h e as 18h30 (também no horário de Brasília).

"Nós sabemos o quanto o Enem é importante para o país do ponto de vista de oportunidades. Há uma grande responsabilidade do MEC na produção desse processo", afirmou o ministro da Educação, Henrique Paim, em entrevista coletiva na tarde desta quinta. "Na medida em que o processo do Enem vai sendo aperfeiçoado, vamos ganhando confiança e, com isso, gerando maiores oportunidades."

Paim reiterou que o Enem "é um processo complexo" que exige atenção dos participantes e familiares. "É importante que cada futuro participante tenha atenção para esse nível de detalhe do edital, para que a gente possa cumprir de forma correta a aplicação do Enem."

Números da edição 2014
O ministério prevê receber 8,2 milhões de inscrições no Enem, cerca de um milhão a mais do que no ano passado. O número de alunos que participaram dos dois dias de provas em 2013 foi de pouco mais de 5 milhões. "O aumento nas inscrições se deve à adesão ao Sisu [Sistema de Seleção Unificada], o Ciências Sem Fronteiras, que exige o Enem para participação, todos os  programas, como o Prouni [Programa Universidade para Todos] e Fies [Fundo de Financiamento Estudantil], que abrem caminho de oportunidades e cada vez mais jovens e adultos que não tiveram oportunidades antes fazem o Enem para ter mais acesso", disse Paim.

De acordo com o MEC, serão, ao total, 18,3 milhões de provas impressas (incluindo normal, ampliada, ledor e braile) em 1.699 municípios. Neste ano, serão 785 mil coordenadores de locais de aplicação, assistentes de coordenação, chefes de sala, fiscais e apoio. No total, serão 16,6 mil locais de prova.

Inscrições e acessibilidade
Para participar do Enem 2014, os candidatos deverão fazer sua inscrição pelo site oficial do exame entre a próxima segunda-feira e o dia 23 de maio. Segundo a assessoria de imprensa, as inscrições serão encerradas às 23h59 do dia 23.

A inscrição deverá ser confirmada por meio do pagamento do boleto até o dia 28 de maio. A taxa de inscrição será de R$ 35. A isenção da taxa vale para todos os estudantes de escola pública e estudantes que comprovarem ter renda familiar inferior a R$ 1.086.


Segundo o ministério, neste ano o edital foi traduzido em libras, a língua brasileira de surdos, e o site do Enem terá uma versão do edital incorporado a um sistema de computação acessível para cegos, chamado Dosvox.

Nos dias 8 e 9 de novembro, "o atendimento especializado, como prevê o edital, será oferecido a pessoas com baixa visão, cegueira deficiência física, surdos, com deficiência mental, intelectual, déficit de atenção, entre outros", explicou Francisco Soares, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). "Para cada uma dessas situações, a pessoa vai ter que colocar na inscrição que necessita de uma dessas condições e, naturalmente, o atendimento refletirá a necessidade."

Segurança
O MEC anunciou, nesta quinta-feira, que neste ano os procedimentos de segurança contra fraude durante a aplicação da prova serão aperfeiçoados. Os fiscais de prova poderão inclusive usar detectores de metais para comprovar que candidatos não estão usando equipamentos eletrônicos durante a realização do exame.


"É um detector portátil, que será usado no ambiente de aplicação nos dois dias no momento em que o fiscal entenda que deva ser operado", explicou Dênio Menezes, diretor de gestão e planejamento do Inep.

O detector poderá ser usado em qualquer candidato, a não ser que ele apresente uma justificativa para que não possa passar por esse tipo de detecção. "A menos que mostre justificativa de que não possa ser feita detecção, terá que fazer a detecção sempre que o fiscal ache necessário", alertou Paim.

O detector também poderá comprovar o uso indevido de celulares não para colar durante a prova, mas para postar fotos da prova nas redes sociais –uma infração que acabou eliminados dezenas de jovens nas últimas duas edições. De acordo com o ministro, o MEC está aperfeiçoando o rigor nesse quesito. "Não podemos anunciar o que está sendo tomado de providência e iremos manter e ampliar o rigor em todos esses casos. Nós no ano passado tivemos rigor com essas situações, como o afastamento de vários participantes. Os detectores de metais são uma iniciativa no sentido de tornar impossível a pessoa entrar com aparelho celular."


Sabatistas
Neste ano, os alunos sabatistas poderão fazer a prova do dia 8 às 19h (do horário de Brasília), exceto nos estados do Acre, Roraima, Rondônia e Amazonas. Nesses quatro estados, os candidatos que guardem o sábado por motivo religioso poderão realizar o primeiro dia de provas às 19h do seu horário local, em função do horário de verão.

Fonte: G1